Porquê Ser Vegano?

Ovelha

Exploração, Sofrimento e Morte de Inocentes

Neste preciso momento, está a acontecer um massacre de seres inocentes. Neste preciso segundo, milhares de vacas sofrem o desgosto de terem sido separadas dos seus bezerros para que os humanos possam ficar com o seu leite. Neste preciso segundo, milhares de pintainhos estão a nascer só para serem serem mortos pouco depois, porque são machos e não põem ovos. Neste preciso segundo, milhares de galinhas, frangos, porcos e outros animais estão amontoados em pavilhões, levando vidas absolutamente miseráveis e impedidos de agir de acordo com os seus instintos naturais mais básicos. Neste preciso segundo, milhares de animais amontoados em camiões estão a ser transportados para um local afastado e escondido onde serão mortos e esquartejados para os seus corpos serem vendidos num qualquer talho. Neste preciso segundo, há milhares de animais com olhos arregalados de pavor enquanto são atordoados, degolados e pendurados de cabeça para baixo, muitos dos quais estarão ainda conscientes enquanto o seu sangue se esvair para o chão do matadouro...

A maioria destes animais nunca viu a luz do sol, excepto no dia da sua morte. A maioria destes animais nunca pôde cheirar a terra ou senti-la debaixo de si. A maioria destes animais nunca pôde fazer aquilo que gostaria de fazer na natureza. Forçados a um estreito confinamento, arrancados às mães ainda bebés, impedidos de estabelecer relações sociais, mutilados a sangue-frio, obrigados a engordar o máximo ou a produzir o máximo de leite ou de ovos, estes animais não vivem, limitam-se a sobreviver indignamente. Alguns, poucos, têm a sorte de poder passar algum tempo no campo. Mas, também para esses, a morte não é menos violenta nem menos cruel.

Galinha com os pintainhos

Não existe nenhuma justificação para a espécie humana cometer esta exploração e este massacre sobre os outros animais. Animais inocentes que nenhum mal nos fizeram e que nós exploramos e matamos apenas porque nos julgamos superiores. Ninguém precisa de comer carne, de beber leite animal, nem tão-pouco de comer ovos para ser saudável. Pelo contrário, a comunidade científica reconhece cada vez mais que os produtos de origem animal estão associados a inúmeras doenças “modernas” e que uma dieta vegetal apresenta diversas vantagens para a saúde. Por outro lado, a agricultura animal é um desastre ambiental: é responsável pela maior parte do aquecimento global, responsável pela maior parte da poluição da água e solos, e responsável pela maior parte da desflorestação e do consumo de água potável.

A justiça exige que respeitemos os outros animais e que não os tratemos como coisas de cujas vidas pomos e dispomos. Os outros animais partilham connosco o direito básico a serem tratados com respeito e a não serem utilizados exclusivamente como meios para os nossos fins.

Mudar Está Nas Tuas Mãos

Neste preciso momento, tu podes escolher fazer a tua parte para mudar o mundo. Neste preciso momento, tu podes desligar-te da exploração de outros animais.

Independentemente da forma como usamos os outros animais, o simples facto de os usarmos e de os matarmos é uma violência injustificável. Respeitar os outros animais significa compreender que eles devem viver a vida que é deles e que eles não estão neste mundo para serem nossos escravos.

A pergunta para a qual deves procurar resposta não é “como é que se pode retirar a maior quantidade possível de leite a esta vaca de forma a causar-lhe o mínimo sofrimento?”, mas sim “que justiça há em trazer esta vaca ao mundo, engravidá-la repetidamente para que tenha leite, arrancar-lhe os filhos logo que nasçam e matá-la ainda jovem, apenas para satisfazer o nosso paladar?”.

Os Motivos Para o Veganismo

Um vegano é uma pessoa que procura viver sem explorar os outros animais. Um vegano não consome produtos de origem animal (incluindo para alimentação, para vestuário ou para qualquer outro fim), nem participa em actividades que envolvam exploração animal.

Ser vegano é o mínimo que cada um de nós deve aos outros animais. Tal como nós, os outros animais podem sofrer ou alegrar-se, sentir medo ou solidão, sentir frustração ou satisfação. Tal como nós, os outros animais têm percepção do mundo que os rodeia e têm consciência daquilo que lhes acontece. E aquilo que lhes acontece faz toda a diferença na forma como experienciam a vida deles. Tal como nós, eles trazem uma presença psicológica ao mundo. Tal como nós, eles são alguém com valor intrínseco, independentemente do valor que possam ter ou não para outros. Tal como nós, eles têm interesse em viver a vida deles e não querem morrer.

Qualquer argumento lógico e imparcial que justifique o respeito que é devido aos humanos, implica que o mesmo respeito é devido a outros animais, pois eles partilham connosco as características moralmente relevantes.

A maior parte das pessoas diz que defende os direitos dos animais, mas ao mesmo tempo contribui para a sua exploração. Ser vegano é passar das palavras aos actos. Ser vegano é não ser conivente com a exploração animal. É defender a justiça e aplicar no nosso dia-a-dia o princípio da não-violência e da defesa da paz numa esfera que vai para além dos humanos e abrange todos os animais dignos de respeito.

Salmão

Não É Uma Questão de Caridade

Não explorar os outros animais não é uma questão de caridade ou de os ajudarmos porque gostamos deles. É uma questão de justiça, é uma questão fazer o que é correcto.

A empatia que possamos sentir pelos outros animais pode ser uma grande ajuda para compreendermos mais facilmente como eles são dignos de respeito e o quão injustificado é explorá-los. No entanto, é nossa obrigação respeitar os outros animais independentemente de gostarmos ou não deles, do mesmo modo que é nossa obrigação respeitar outros humanos mesmo que não vamos com a cara deles.

Adoptar o veganismo não é um acto de bondade nem um acto reservado apenas aos mais caridosos e compassivos. Adoptar o veganismo é tão somente uma questão de elementar justiça para com os outros animais.

Leituras RecomendadasLeituras Recomendadas
Não deixes de ver os livros recomendados.

Mais Informações

Ligações RecomendadasLigações Recomendadas
Não deixes de ver os sites recomendados.

Mais Informações